Tag Archives: google

Lá fora, o Brasil é bunda, praia, mulher bonita…

bandeira brasilTodo mundo sabe que a imagem do Brasil lá fora é só bunda, mulher bonita, praia, vida boa…

Já chegam os vários filmes onde o pessoal vai viajar pro Brasil pra passar umas férias, ou fugir da polícia…
Já chegam os rappers norte-americanos que vem pra cá só pra fazer clip com as famosas ‘mulatas’…

Agora, até o Google já largou mão.

google busca brazilian

Indo no Google.com e procurando pro “brazilian”, a primeira coisa mostrada é uma bunda (bela por sinal)!! Mas onde esse mundo vai parar…
Busca direta

Com certeza nossas terras são fartas, povo alegre, mulheres bonitas… mas agora vai encher de estrangeiro branquelo e gordo nas nossas praias e pré-adolescente tarado nas ruas.
Sem preconceito lógico…

E ai galera, o que vocês acham disso? Além da beleza do resultado, lógico… 😆

Dica do Gui

Netvibes ginger – rede social de feeds RSS aberta

Galera, faz umas duas semanas que havia conseguido um convite pra entrar e testar a versão Ginger do Netvibes.
Acontece que agora eles já liberaram tudo de uma vez e qualquer pessoa pode ter sua página.

Essa nova versão, é mais uma rede social para coleção.
Trata-se da sua página inicial + leitor RSS numa versão pública junto com sua lista de amigos e seguidores de feeds. Como iGoogle, por exemplo.
Agora compartilhar seus feeds ficou fácil.

my netvibes ginger

Demorei um tempo para começar a acertar a minha página e ainda nem acabei…
Fiquem a vontade para dar uma olhada, aproveitar e conhecer um pouco do que leio geralmente. Pra quem já tem conta do Netvibes, até dá pra deixar uns recados…
Acessem: www.netvibes.com/pedrobachiega

Ainda estou um pouco na correria, acertando a vida, voltando a rotina, e com o tempo vou incrementando os outros RSS’s que leio, mesmo porque estou dando uma atualizada na lista, dando uma limpada e tal…

Ah, e pra quem achar que esse post é patrocinado, não viaja… uso há tempos e o negócio é bom mesmo! 😉

Drogas e putaria na sexta!!

Calma gente… sei que o título é chamativo, mas mesmo decepcionando alguns, o assunto é tranquilho…

Recomendo verem o vídeo do grande Chico Anysio em uma apresentação no programa do Jô…
Profissão: Puta

Fonte Netlus

Sobre drogas, vale a pena, verem o que o pessoal do Kibe Loco, descobriu…
Olhem a imagem:

Fonte Kibe Loco

Post rápido… do meio do carnaval

19-09: blogueiras na playboy, seminário web2.0, google docs…

Não consegui ficar longe dos meus feeds apesar de estar cheio de coisas pra fazer como havia dito.
Vou linkar rapidamente o que mais de legal vi hoje:

Escrevi um post sobre a origem do JMobi durante o dia.

Dois vídeos que ví no chongas.net: galera fazendo le pakur e corrida do queijo (antigo).

Barulheira sobre as blogueiras, em especial Luiza Gomes do Eu Capricho, numa campanha para ver qual blogueira sairía na Playboy. Tem mais no by the way e no Reporter Nét.

Ação de marketing para reality show de tatuagens, cria nadador gigante em Londres. Veja no ADivertido e no Publicidade no ato.

Li alguns reports sobre o Seminário Web2.0 promovido pela INFO. Veja vários posts no OitoPassos e um no Netlus.

Saiu no Google Docs agora a possibilidade de criar apresentações. Veja a notícia oficial.

O Digg está querendo ir pro lado das redes sociais e começa a apresentar uma nova interface. Notícia do PC World.

Pra fechar, o Elcio do Tableless tinha escrito um artigo bem legal falando sobre criar sites “em VS com” Flash ou Ajax. Veja tudo.

iPhone desbloqueado! Compre você também o seu!

Como já era de se esperar, o iPhone foi desbloqueado. E mais, como se não bastasse um jeito, tem três jeitos diferentes!!!

O pessoal do Engadget foi convidado pelo iPhoneSIMfree.com para comprovar que eles tinham desbloqueado o celular e eles realmente confirmam tal feito com o software do time do iPhoneSIMfree.com.
Notícia do Engadget.

Já George Hotz, garoto de 17 anos, foi mais ousado.
Criou um blog sobre sua jornada de desbloqueio do iPhone e seus passos para tal. Quando o fez, criou um leilão do telefone desbloqueado no eBay. Entitulou como “World’s Second Unlocked iPhone”, porque o primeiro já seria o dele.
Lógico que o eBay não deixou isso seguir e fechou o leilão.

A terceira maneira vem do site iPhoneUnlocking.com da empresa de desbloqueio de celulares Uniquephones.

Como tinha dito nesse post, você também encontra o iPhone desbloqueado no Brasil. Veja no MercadoLivre.
Caso alguém se anime em comprar, aquela coisa do MercadoLivre, a sorte está com você. 🙄

Mais no PCWorld

Google e o AdSense mobile

O Google está investindo mais na área mobile.

Saiu em versão Beta o Google Mobile Ads. Serviço do AdWords para conteúdos de celular.

Segundo o Google:

Mobile ads são pequenas propagandas de texto baseadas do AdWords que aparecem em mobile websites ou quando usuários usam a busca Google de um aparelho mobile. Quando os usuários clicam em uma propaganda mobile, elas podem ser enviadas para sua página mobile ou oferecer a opção de ligar para o seu telefone de negócio.

Descubra mais

O serviço ainda está em testes. Os anúncios são pequenos para não aumentar muito a transferência de dados, são simples (celulares não tem javascript, principal linguagem usada no AdWords tradicional)…

Putz, espero que isso não vire uma febre como o tradicional. Eu acho que além de deixar os websites poluídos e de difícil navegação, as vezes é até falta de educação com o usuário esse uso abusivo de serviços desse tipo. Nos wapsites isso vai ser pior ainda e deixar mais caro a navegação.

Fiquei pensando também, será que esse foco extra no mundo mobile tem alguma jogada por baixo dos panos ainda, e que tem relação com a compra da GrandCentral que noticiei??
Talvez isso ajude a Praesto, empresa que trabalho, mas disso eu explico depois… 😉

Será que o Google Mobile Ads vai funcionar?? Você agregaria o serviço ao seu “wapsite”?? Deixe seu comentário!!

Vi no Undergoogle, Inside Google, Self Made Minds e afins…

Faculdades, profissão, empregos… o que fazer?!

De uns tempos pra cá, eu tenho visto e pensado em muitas coisas relacionadas a carreira de trabalho, profissão, minhas áreas de conhecimentos e coisas afins, e isto me rendeu boas leituras e conversas.

Pessoal que me conhece e pra quem quer me conhecer, eu sou estudante de Ciências da Computação e atualmente trabalho em uma empresa que faz aplicativos pra celular e serviços web atuando nessas duas frentes. Tenho me identificado bastante com a área de web, não somente criação de páginas e tal, mas conceitos e formas de melhorá-la.

O meu ponto de vista atual é que, nessa área de TI, o que mais importa é o seu nível de conhecimento, seja ele amplo ou específico. Sendo amplo, melhor, mas tenha sempre algo específico; não vale nada você saber um pouco de tudo mas não ter prática para trabalhar com aquilo. Ok, e esse conhecimento, melhor vir de onde??

As fontes de conhecimentos hoje são inúmeras (apesar de muitas se concetrarem disponíveis na internet), mas temos os cursos práticos, cursos técnicos, escolas e faculdades de ensino superior, estágios e empresas juniores e até mesmo o auto-conhecimento. Elas vão fazer diferença dependendo de cada caso. Conheci exemplos de pessoas que tinham apenas curso técnico mas um ótimo conhecimento numa certa área, e com isso conseguiu entrar numa empresa e se dar muito bem, melhor mesmo até que pessoas com ensino superior. Muitas pessoas falam que no exterior, nada importa o nosso diploma e sim os conhecimentos mesmo que temos e mostramos.
Cada caso é um caso…

O Diego do Tableless escreveu um artigo bacana, Faculdade, cursos e conhecimento, que ele fala sobre especialização de pessoas na área de desenvolvimento para web. Gostei do exemplo que ele escreveu que surgiu de uma conversa dele:

” se o Google decide contratar um desenvolvedor web para a equipe do Orkut, por exemplo, um desenvolvedor que cursa algo relacionado à Ciência Sociais seria um destaque.
E ele tem razão. Um profissional que consiga consiliar suas especialidades técnicas de desenvolvimento web com seu conhecimento em Ciências Sociais, seria muito valioso para o trabalho com comunidades, comportamento de massas e tudo que uma rede social como o Orkut representa… Ele teria uma mente aberta para novas idéias e saberia quais caminhos tomar para implementá-las.
Outro exemplo básico: qual curso o desenvolvedor que trabalha diretamente com AI (Arquitetura de Informação) poderia fazer? Biblioteconomia seria interessantíssimo. Diretamente o curso não tem nada a ver com tecnologia e nem precisa ter. O cara adaptaria o conhecimento que ele aprenderia em Blibioteconomia para a área de web.”

Na verdade não sei se chega a tanto como o exemplo: a pessoa cursar uma coisa totalmente diferente e trabalhar em TI; mas ter conhecimentos amplos faz bem.

A verdade é que hoje ainda acontece muito a relevância sim do seu passado acadêmico, mas, as novas empresas que estão surgindo, estão considerando é o que você sabe, o quanto de coisas novas você pode aprender, a sua vontade para o tal, e como será o seu aprendizado (o “aprender a aprender”).

Pessoalmente não desconsidero quem não tem um ensino superior, porque hoje, quase tudo se aprende fora da faculdade e/ou por si próprio, mas também acho que a faculdade te traz um bom senso crítico e que te ensina a se virar na vida.

Como havia dito, cada caso é um caso. Sua área pode não necessitar de um ensino superior para você se sair um grande profissional. Mas não é por isso que você deva deixar de lado as faculdades e universidades. Lembre-se, aprender nunca é demais!

Não esqueça de deixar seu comentário!